Biografia

Comecei a tocar bateria após assistir meu pai José Roberto Martins Macedo, “Baxinho”, tocar bateria e percussão com os Novos Baianos em 1997. Logo depois aprendi a tocar bateria escutando e assistindo Michael Jackson, The Jacksons, Little Richard, Queen, The Who, Deep Purple, Led Zeppelin, Jimi Hendrix, Novos Baianos, Pepeu Gomes, Santana, Rush, Iron Maiden, Van Halen, Beatles e The Tubes. Muitas influências musicais vieram de jogos de videogames como Gradius, Super Mario, Zelda, entre outros. 

Estudei com meu pai e com Lauro Lellis na ULM (Universidade Livre de Música), em São Paulo. Ambos me ajudaram a desenvolver técnica, apresentaram a música Brasileira e também grandes bandas e bateristas: Chick Corea, Steps Ahead, Weather Report, Casiopea, Vinnie Colaiuta, Gregg Bissonette, entre outros.

Outra grande influência foi o baterista Jorginho Gomes, que também tocava bateria nos Novos Baianos. Eu já gravei e toquei com: Pepeu Gomes, Willy K, Luciano Nassyn, ULM Big Band, Alexandre Gonçalves, Baby do Brasil, Jorginho Gomes, Bocato, Moraes Moreira, Dinho Nascimento, Luiz Carlini, Luiz Melodia e com a banda Quebra-Cabeça, que lançou o CD “Tudo Pode”. 

Tenho longos relacionamentos com empresas, através de endorsements: Paiste Cymbals (2010), beyerdynamic (2012), Cympad (2010), Pearl Drums (2010), Rode Microphones (2017) e sE Electronics (2020).